Novamente Noah Centineo invade a cena, novamente Noah Centineo tem a ideia de criar um aplicativo, novamente… ok, já deu pra entender não é?! Tem cheirinho de Date Perfeito só que, nesse caso, o date perfeito não tem nada de fofo.

Em Deslize Lance Black (Noah Centineo) é um jovem que acaba de entrar para a faculdade de ciência da computação. Porém só quer saber de pegação e, com tantos aplicativos de pegação que existem, a conquista a moda antiga perdeu o prazo de validade. As mulheres se renderam aos aplicativos se “acostumando” ao que é atual.

Não contente, Lance e seus amigos querem desenvolver um app ainda mais vantajoso para quem só quer sexo mas, como nenhum deles está realmente preocupado em estudar, o jeito é conseguir que James (Kendall Ryan Sanders), o nerd da turma, crie esse aplicativo.

Divulgação/Netflix

É aí que Lance divide a cena com James, além de nerd um perfeito cavalheiro à moda antiga, que inclusive já é apaixonado pela Hannah (Shelby Wulfert). Mas, como todo bom nerd das telas não é bom com garotas, em suas palavras “existe um abismo entre as minhas intenções e os meus resultados”.

O nerd ganha a cena praticamente pelo restante da trama e se sai bem nisso. Aliás o longa flui bem, permeado de humor, com a reflexão sobre o que a tecnologia vem fazendo com nossa geração e até onde isso faz bem.

Apesar de não ter nada muito surpreendente dá pra curtir a trama, só fiquei com o pé atrás na conclusão “fraquinha demais” entre James e Hannah, mas o final do longa trouxe um charme a mais, o que garantiu aquela sensação de que valeu a pena.

Comentários