Resenha | Escola do Pavor

Já imaginou como cada criatura folclórica sabe como assustar? Será que elas frequentam uma escola onde aprendem a fazer todas as coisas pavorosas? Em a Escola do Pavor vemos onde as jovens criaturas lidam com seus problemas pessoais enquanto aprendem a assustar.

O livro é divido em 3 contos, uma apresentação, uma lenda e um glossário. Cada história tem uma abordagem diferente, mesmo não tendo um título que divida cada uma, é bem perceptível para o leitor ver que a história acabou e se deu início a outra.

Um ponto bacana apresentado no livro, são temas atuais abordados nesse mundo de lendas, a primeira aborda o preconceito e apropriação cultural, a segunda o extremo em que jovens chegam para conseguir popularidade nas redes sociais, e a última mostra como os vícios da vida real não pagam por seus atos.

O livro é bem ilustrado e não tem receio de tentar assustar o leitor. Cada autor tem a sua forma de abordar cada tema com bastante cuidado e aliado a ilustração, onde cada ilustrador tem um traço único deixando a edição bem variada, o leitor consegue se surpreender além de entender a mensagem completamente.

Caso o leitor fique curioso sobre os personagens apresentados no livro, o glossário faz uma breve apresentação de cada um. O melhor é que todas as histórias são inspiradas em criaturas do nosso folclore, fazendo com que o leitor não apenas se divirta mas também aprenda. Ansiosa pelas próximas edições.

Ale De Souza
"O crítico é ao mesmo tempo inútil e indispensável" André Bazin. Uma simples cinéfila e crítica amadora.