A Dark Horse possuí um número gigantesco de personagens de muita qualidade em seu acervo de quadrinhos. Entre estes, Hellboy, que é um dos mais populares da editora. Criado por Mike Mignola na Great Salt Lake Comic Convention (1991), o vermelhão se tornou um herói bastante incomum e protagonizou excelentes histórias.

Neste artigo vamos entrar um pouco no universo de Hellboy e conhecer mais sobre sua origem e poderes. Confira:

A origem

No ano de 1944, em meio aos eventos da Segunda Guerra Mundial, nazistas liderados pelo místico Grigori Rasputin, realizam um ritual com intuito de dar inicio ao fim do mundo. Porém, o ritual resulta a um acontecimento que poderia vir a dar início ao fim dos tempos, logo quando após o ritual, os vilões percebem que trouxeram à Terra um garotinho com características de um demônio, com uma gigantesca mão de pedra.

Perto desse lugar, soldados americanos estavam em uma missão, liderados pelo professor Trevor Bruttenholm, para investigar possíveis seitas e ações nazistas, e acabaram encontrando o menino demônio sozinho em uma igreja abandonada. O professor logo percebeu a natureza do garoto, mas viu em seu olhar que havia bondade em seu interior, então adotou o menino como filho e o nomeou de Hellboy.

A carreira como investigador

Hellboy cresceu nos EUA, onde teve supervisão da Bureau de Pesquisa e Defesa Paranormal (BPDP), a organização especializada em lidar com magia e forças sobrenaturais, onde ele começou a trabalhar aos seus 8 anos de idade, quando já estava fisicamente e mentalmente crescido e pronto para começar suas missões como investigador paranormal.

Ao longo dos anos, o vermelhão começou algumas amizades, como com o humanoide anfíbio Abe Sapiens e a piromaníaca Liz Sherman. Juntos completaram inúmeras missões ao redor do mundo, combatendo as forças ocultas como monstros sobrenaturais, criaturas mágicas e também nazistas malucos.

Destino

Quando Hellboy investigava a misteriosa morte de seu pai adotivo, o professor Bruttenholm, ele acabou encontrando Grigori Rasputin que revelou algumas verdades sobre Hellboy. Revelou que fora ele quem o trouxe para esse mundo, e que seu nome verdadeiro era Anung Un Rama, e que seu destino na Terra era usar sua mão direita da destruição, para invocar o dragão de 7 cabeças Ogdrud Jaha, que causaria o apocalipse. Porém, Hellboy negou cumprir seu destino e derrotou Rasputin.

Embora tenha resistido ao seu destino, Hellboy passou a investigar seu passado e suas origens, descobriu que era um meio-demônion, filho de Azzael que era um duque do inferno, com a bruxa do século XVI chamada de Sarah Hughes.

Além disso, também descobriu que, pela linhagem de sua mãe, era um descendente direto da feiticeira Morgana Le Fay e do Rei Arthur. O que faz de Hellboy o legítimo rei da Inglaterra, bem como também está destinado a empunhar a espada Excalibur e liderar o exército dos mortos da Bretanha.

Seus poderes

Por ser um meio-demônio, o chifrudo tem capacidades físicas superiores à de um ser humano comum, tendo super força, e a sua resistência e agilidade são muito maiores que os homens. Além de ser mais inteligente e capaz de resolver enigmas e mistérios com mais facilidade.

Ele também é capaz de resistir ao calor por ser vindo diretamente do inferno, possui um grande poder para se regenerar, a capacidade de compreensão de idiomas mágicos e o ápice de seu poder: sua forma demoníaca, onde ele é capaz de controlar chamas e conjurar raios, além de aumentar de tamanho e criar asas para voar.

Além das HQ’s

Não foi só nos quadrinhos que o herói infernal deu as caras, em 2004, Guilherme Del Toro dirigiu o longa Hellboy, que teve sua sequencia 4 anos mais tarde em Hellboy e o Exército Dourado. Nestes dois filmes o personagem foi interpretado por Ron Perlman.

Além dos filmes, Hellboy estrelou duas animações: A Espada das Tempestades e Sangue e Ferro, ambas produzidas pela Cartoon Network. Também protagonizou jogos de vídeo game, sendo o primeiro intitulado Hellboy: Asylum Seeker e Hellboy: The Science of Evil.

O escritor Chistopher Golden criou uma série de histórias sobre o personagem em livros, contando com algumas ilustrações de Mike Mignola. As histórias The Lost Army e Bones of Giants fazem parte da cronologia oficial do personagem. E nenhuma foi publicada no Brasil.

Recentemente o vermelhão chegou aos cinemas, com uma nova história dirigida por Neil Marshal, desta vez o herói foi interpretado por David Harbour.

Comentários