Dia 31 de julho é marcado como a data de aniversário do bruxo mais famoso do século XXI, Harry Potter, e também a data de aniversário da criadora do grandioso universo da saga J.K. Rowling.

Joanne “Jo” Rowling escreveu um novo conceito sobre a magia, criando um esplêndido universo, onde a mitologia, a magia e a fantasia coexistem com o mundo real, fazendo com que admiradores da saga, tanto na literatura quanto nas telonas, se sintam familiarizados com as idéias propostas. Todo leitor, fã, de Harry Potter já esperou sua carta de Hogwarts em alguma fase da vida.

Mas você sabia que existe uma “Hogwarts” no Brasil? Confere com a gente um pouco mais sobre o vasto universo expandido de Harry Potter.

Castelobruxo

Imagem de um Caipora.

Já foi confirmado pela J.K. Rowling que os cinco filmes que compõem a saga de Animais Fantásticos irão explorar detalhes de outras escolas de magia e bruxaria ao redor do mundo. Dentre elas, situada no Brasil dentro da floresta amazônica e reservada dos olhares dos trouxas através de um poderosos feitiço, se encontra a escola Castelobruxo, um fabuloso castelo de um imponente edifício de pedra dourada semelhante a um templo inca. O edifício e os jardins do Castelobruxo são protegidos por Caiporas, famosos seres do folclore tupiniquim. Diz a sabedoria popular que o Caipora seria uma entidade com o dom de guardar as regiões florestais e todos os seres que nelas habitam, o que mostra os conhecimentos mitológicos brasileiros da autora.

Na Castelobruxo, por ser a única escola de magia do continente, estudam alunos de toda a América do Sul, mas também aceita alunos europeus que façam intercâmbio no Brasil. Esta escola tem fortes programas para incentivar trocas de conhecimento e é mundialmente reconhecida por sua alta especialização em Herbologia e Magizoologia (o estudo de criaturas mágicas). A escolha destas áreas específicas provavelmente se deve à fauna e flora abundante e diversificada do Brasil.

No mundo de Harry Potter dois alunos se destacam dos demais na escola de magia brasileira: Libatius Borage e João Coelho.
Libatius Borage é um renomeado autor de vários livros sobre poções. Seu livro “Estudos Avançados no Preparo de Poções” é de leitura obrigatória para os alunos do sexto ano em Hogwarts.
João Coelho é um grande jogador de quadribol e é atualmente capitão do Rasa-árvores de Terapoto, o maior time do Peru.

Segundo o site Pottermore, a escola Castelobruxo é tão antiga quanto Hogwarts e podemos esperar que ela tenha sido criadas por tribos indígenas que estiveram aqui antes da chegada dos portugueses, o que seria fascinante, a possibilidade de fazer a ligação com diferentes tribos e etnias, ligando à antiga magia e xamanismo, trazendo mais pontas da vasta mitologia e folclore brasileiro…

A escola Castelobruxo foi citada na saga principal de Harry Potter, seria nela que Gui Weasley faria intercâmbio, porém, sua família não teria condições de pagar e a ideia foi por água abaixo.

Ao que tudo indica, por ser uma escola especializada em Herbologia e Magizoologia, podemos esperar que Newt Scamander e companhia venham para o Brasil no próximo longa, já confirmado, de Animais Fantásticos.

E você quer ver a escola brasileira nos cinemas? Conta pra gente nos comentários.

Comentários