Os assaltantes mais queridos do mundo voltaram para mais uma temporada de La Casa de Papel na Netflix. Em sua segunda temporada, ou 3ª parte, segundo a Netflix, o famoso grupo se reúne para mais um assalto a comando do mentor Professor (Álvaro Morte).

Alguns novos membros se juntam ao famoso grupo a fim de resgatar um dos veteranos que, preso pela polícia, está sendo torturado para contar detalhes do paradeiro de seus colegas de assalto. O Professor reúne seus antigos pupilos para realizar um assalto bilionário no Banco da Espanha e conseguir trazer Rio (Miguel Herrán) de volta ao grupo.

Além de contar com muita ação a 3ª parte conta com momentos muito divertidos, mas também com o lado emocional e sentimental de seus protagonistas. Com esse enredo podemos ver o talento de cada um dos atores e atrizes dessa produção, demonstrando o que estão sentindo à flor da pele em especial os personagens Rio, Tóquio (Úrsula Corberó), Denver (Jaime Lorente) e Nairobi (Alba Flores), que dão mais uma vez um show de interpretação.

Reprodução/CF Notícias

Alguns membros novos no grupo são Bogotá (Hovik Keuchkerian), um homem de meia idade, cara de mal mas com ótimo coração; Marselha (Luka Peros), um estrangeiro de poucas palavras, apaixonado pelos animais e que não gosta muito dos humanos; Martín, assaltante Palermo, (Rodrigo de la Serna) era um grande amigo do querido Berlim (Pedro Alonso) e junto com o falecido são as principais mentes por trás desse novo assalto.

Por esse assalto ter a ajuda de Palermo e Berlim em um passado remoto, o Professor não se sente tão seguro e isso acaba influenciando muito todo o grupo, fazendo com que nem tudo saia como o planejado. O plano perfeito não é tão perfeito quanto o anterior.

Há dois novos personagens muito importantes, o primeiro é o novo investigador Tamayo (Fernando Cayo), que tenta decifrar os planos do Professor e vai à loucura quando os assaltantes mais uma vez estão por cima. o segundo é a negociadora Alicia Sierra (Najwa Nimri), uma mulher que joga muito sujo para conseguir derrubar o grupo, desestabilizando emocional e moralmente cada um de seus membros. Alicia é uma peça fundamental nessa temporada, fazendo com que a polícia não pareça tão fraca quanto nas duas temporadas anteriores. Além de estar grávida, ser fumante e viciada em doces, é uma personagem que se ama odiar.

A refém da Casa da Moeda, Mónica Gaztambide (Esther Acebo) que se apaixonou por Denver, agora se junto ao grupo com o nome de Estocolmo, assim como a investigadora das duas primeiras temporadas, Raquel Murillo (Itziar Ituño), que por amor ao Professor se junta ao grupo sob o nome de Lisboa.

Divulgação/Netflix

Além do incrível elenco e seus personagens que tanto amamos essa temporada mantém um roteiro impecável, levando o expectador ao êxtase do primeiro ao oitavo episódio, acompanhando a forma única como todo o enredo da trama evolui. Uma obra-prima que a Netflix nos proporciona mais uma vez!

O último episódio deixa algumas lacunas e momentos finais de tirar o fôlego, mas a quarta parte já foi confirmada, então vamos aguardar a conclusão dessa nova fase do grupo mais querido do mundo.

Confira os trailers da 3ª parte de La Casa de Papel aqui e aqui.

Já assistiu a 3ª parte de La Casa de Papel? Comente aí embaixo! Queremos saber o que você achou.

5.0

de 5

Comentários